logo
barraCinza
barraBranca

Meu tema eterno: minhas filhas

Foi um tempo em que passava horas amáveis numa atmosfera cálida e agradável com elas. Uma, um pouco maior, mais velha, na dianteira. A outra, que recém engatinhava. A Pamela, a quem chamava de Pam e a Camila a quem, até hoje, em horas carinhosas chamo de Mimila.

...

Teu dia minha querida vó Celia

Uma coincidência. O dia 15 de novembro de 2016 vem ao meu encontro com o sonhado momento de autografar na Feira do Livro de Porto Alegre. Mas é também a data do aniversário da minha querida vó Celia, a quem quero homenagear.

...

O romantismo no namoro acabou?

Vivemos outros tempos, outros costumes... é a geração do smartphone, do internetês, da pressa, da superficialidade e da banalização dos sentimentos.

...

Amor - Autógrafo - família - Filho - gostar - Namoro - velhice

institucional anuncie contato