logo
barraCinza
barraBranca

Novidade sobre a Tapeçaria de Bayeux

Por Themis Pereira de Souza Vianna

 

Tapeçaria de Bayeux

Agora com áudio em língua portuguesa

 

A visita a um museu é mais do que uma contemplação das obras de arte. Para que ela tenha proveito histórico e cultural ao povo leigo, a grande maioria dos museus na França oferece o recurso do audioguia. É um aparelho eletrônico que reproduz informação em áudio sobre  uma obra de arte ou um monumento num museu. O visitante recebe o aparelho na recepção ao deixar um documento ou caução, dependendo da casa. O audioguia pode ser selecionado de acordo com a língua do turista para ouvir o comentário temático das obras de seu interesse.

Alguns equipamentos dispõem inclusive de um mapa, o que no museu do Louvre é indispensável. Neste museu os comentários estão gravados em: português, inglês, francês, espanhol, alemão, italiano, russo, japonês, chinês mandarino e coreano.

Quem visitar a Normandia, com certeza visitará a cidade de Bayeux, a qual, curiosamente, ficou intocável no evento bélico do Dia D. Há muita memória histórica na cidade. Uma delas é a Tapeçaria, na verdade, trata-se do  Musée de la Tapisserie de Bayeux, na Normandia, e está inscrita desde 2007 na Memória do Mundo pela UNESCO.

O principal acervo do museu, como diz o seu próprio nome, é o tapete exposto na parede. Mede 70 metros de comprimento por meio metro de largura. A importância dele, primeiro, por ser uma obra de mais de nove séculos. Um trabalho iniciado no ano 1070, em plena Idade Média. É um bordado sobre linho que narra a história da conquista normanda da Inglaterra por Guilherme, o Conquistar. Mas, boa parte da narrativa, recua quase duzentos anos atrás daquela data.

Através do bordado, podemos ter uma excelente noção de como se fazia a guerra no século XI. Um período de muita instabilidade. É possível entender qual era o tipo de vida dos nobres e guerreiros, suas roupas, armas, comida, castelos e os interesses dominantes da época. Um assunto relevante para historiadores e peritos em Idade Média. 

Fiz essa narrativa histórica para contextualizar a notícia recente: o Museu da Tapeçaria de Bayeux dispõe agora a língua portuguesa em seus audioguias. Aliás, muito útil para quem não domina outra idioma. Sem dúvida, uma boa notícia para nós brasileiros.

Conheço o museu. Visitei-o em julho de 2014. 

 

 

 

Museu - Tapeçaria de Bayeux

institucional anuncie contato