logo
barraCinza
barraBranca

Um encontro com Isabelle Attard

EXCLUSIVE Brasil Mundo patrocina vinda da deputada francesa Isabelle Attard ao Brasil, apoiando o intercâmbio cultural entre  os dois países 


 

Por Themis Pereira de Souza Vianna

 

Acho que estou em plena maturidade da minha vida e consigo escolher com melhor lucidez os caminhos menos tortuosos e as pessoas que se aditam ao meu trabalho. Com essa frase incluo a deputada francesa Isabelle Attard, que voltei a encontrar na Paraíba e com quem pude ter longas conversas. 

Além de parlamentar,  ela ocupa o cargo de secretária da Comissão dos Assuntos Culturais e de Educação na Assembleia Nacional. É também presidente do grupo parlamentar de Amizade França e Suécia. 

Confesso que a minha admiração por ela cresceu, uma vez que pude assim conhecê-la melhor. Descobri na Isabelle uma pessoa extraordinariamente simples, aguerrida, inteligente e atenciosa. Digo isso porque ela mostrou-se atenta ao meu projeto de trabalho na EXCLUSIVE Brasil Mundo. Algo o que, muitas vezes, não é possível entre as autoridades brasileiras. Desta forma conseguimos falar a mesma linguagem focando os mesmos ideais: a aproximação cultural, a preservação da memória histórica, os problemas ecológicos e a necessidade de trabalharmos unidas pelos objetivos comuns. 

Isabelle Attard em cima dos seus méritos recebeu por parte da Paraíba através da Câmara de Vereadores de Bayeux (cidade homônima à Bayeux da Normandia), o título de Cidadã Bayeuxense. Foi uma sessão solene com o Plenário Vicente Pereira da Silva lotado. A outorga foi uma iniciativa da vereadora Célia Domiciano, que também conseguiu concretizar vários projetos com a França. A deputada Isabelle, agradeceu o título e externou a sua surpresa pela afetuosa receptividade do povo local. As suas palavras foram traduzidas pela brasileira Gisele Danin, radicada na França e presidente da Alliance Bayeux France-Brésil.

Recebeu ainda o prêmio "Waldemar Duarte" da ABRAJET/PB, por aproximar as duas cidades homônimas: a Bayeux da França à Bayeux da Paraíba. Possibilitou assim o contato dos habitantes das duas cidades e sugeriu a criação de uma ONG para fortalecer os laços culturais.


 

Após as cerimônias, ao conversar com a deputada, perguntei-lhe sobre a motivação de seus vários estudos. Formou-se em História, depois em Arqueologia Ambiental e posteriormente buscou o seu doutorado em assuntos ambientais. Ela respondeu: - Minha mãe me incentivou muito ao estudo. Havia uma frase que ela repetia "fique o máximo de tempo dentro da escola".

Considero-me exitosa na busca dessa parceria. É um belo apoio para as pretenções internacionais da minha empresa, uma vez que a deputada mostrou-se interessada pela qualidade do trabalho. 

                                                                                           

Vereadora Célia Domiciano e deputada Isabelle Attard exibindo o título. Foto à direita, Gisele Danin, Isabelle Attard e o prefeito de Bayeux da Paraíba, Expedito Pereira.

Inauguração do Obelisco Bayeux Brasil/França. O monumento foi edificado como o símbolo de unidade entre as duas cidades homônimas, a brasileira e a francesa.                     

Themis Pereira de Souza Vianna e Elisabeth Soares Oliveira, ambas no primeiro plano à esquerda.

Themis, Jenete, Isabelle e Gisele na exposição de fotos em Bayuex, Paraíba. 

Isabelle, Themis e Jenete. 

Themis Pereira de Souza Vianna na exposição fotográfica em Bayeux, Paraíba. 

Deputada francesa Isabelle Attard em visita escolar com crianças em Bayeux, Paraíba. 

Themis e a deputada Isabelle Attard.

Inauguração do obelisco de aliança entre as daus cidades em Bayeux, Paraíba .

Isabelle Attard à esquerda. 

Bayeux na Normandia, França. Cidade milenar, fundada como um assentamento galo-romano no século I a.C. sob o nome Augustoduro. O Cemitério da Guerra de Bayeux com o seu memorial inclui o maior cemitério britânico que data da Segunda Guerra Mundial na França. Há 4.648 sepulturas, incluindo 3.935 britânicos e 466 alemães. A maioria das pessoas enterradas lá foram mortas na invasão da Normandia, iniciada com o Dia D, 6 de junho de 1944.

Bayeux da Paraíba. Seu nome original foi Barreiros. O Decreto-Lei estadual nº 546, de 21 junho de 1944, sugestão do então jornalista Assis Chateaubriandao interventor do estado na época, Rui Carneiro, modificou finalmente o nome para Bayeux em homenagem à primeira cidade francesa (de mesmo nome).

 

 

Crédito das fotografias da Bayeux francesa: André Soares. Das fotos das cerimônias:  Nickson Eduardo.

 

 

 

 

Comemorações

institucional anuncie contato