logo
barraCinza
barraBranca

Robin Williams morre aos 63 anos

Robin Williams foi encontrado morto em sua residência. Suspeitava-se de suicídio. O que foi confirmado pela polícia de Los Ângeles. Estava sozinho em casa e enforcou-se com o próprio cinto. 

Williams estava lutando contra a depressão e recentemente fora internado em uma clínica para tratar do vício em álcool e drogras. O declínio começou em 2006, depois de conseguir dominar o vício durante 20 anos. 

Foi um gênio do improviso e uma extraordinária habilidade para fazer dublagens. Seu talento fez dele um dos maiores atores americanos.

Celebrizou-se com os filmes "Sociedade dos poetas mortos" (1989), "Uma babpa quase perfeita" (1993) e "Gênio indomável" (1997). Ganhou dois Emmys e quatro Globos de Ouro e um Oscar como ator coadjuvante no filme "Gênio indomável".

Estava no terceiro casamento. Sobre a causa da morte, a esposa pediu à imprensa que o foco da notícia fosse direcionado ao tudo o que ele fizera no cinema.

O ator tinha três filhos. Um, do primeiro casamento e dois do segundo. Adotou William Reeve, nascido em 1991, filho do maior amigo e colega de universidade, o ator Christopher Reeve, falecido em 2004. 

Sua morte deu fim ao projeto que ele já havia assinado, o do filme "Uma babá quase perfeita 2".

A notícia do seu suicídio e a causa dele é mais uma entre tantas outras do mundo do cinema, onde os grande talentos, apesar de exitosos, naufragam no caminho dos excessos. O presidente Obama lamentou o falecimento do ator, ainda com potencial para muitas obras. Elogiou a sua versatilidade para interpretar os mais variados papéis.

 





 

Cinema - Estado Unidos - Robin Williams

institucional anuncie contato