logo
barraCinza
barraBranca

Relógios Inteligentes

 

Os relógios sempre foram objetos de desejo e, de certa forma, objetos de afirmação pessoal desde a sua origem. Por volta de 1504 surgiu o primeiro modelo individual: o relógio de bolso. Eram caríssimos e durante alguns séculos foram o símbolo da alta aristocracia. Já o relógio de pulso é algo do século XX e superou o seu antecessor. Hoje o relógio de bolso é uma peça nostálgica. Cobiçado por colecionadores. Enquanto o de pulso se metamorfoseou em um verdadeiro banco de dados.

     

 

Breve história

O relógio de bolso reinou durante alguns séculos e, mesmo mecânicos, evoluíram. Nos anos de 1920 na Suíça, a empresa Rolex construiu o primeiro relógio à prova de água, enquanto no ano de 1926 em Grenchen, no cantão de Soleura, foi produzido o primeiro relógio de pulso automático. Mais tarde, o calendário e cronômetro foram acrescentados. 

A partir dos anos 1970 o relógio mecânico sofreu um duro golpe, e, diga-se a Suíça, com o surgimento do relógio de quartzo, que oferecia precisão e estabilidade em cima de um resultado revolucionário da tecnologia informatizada. Sua comercialização se expandiu graças ao preço. Quem exultou com isso foi o mercado japonês e americano. 

Quando tudo parecia perdido, para o centenar relógio com ponteiros (analógico),  a empresa suíça Swatch lançou o seu modelo de quartzo em 1983,  que unia alta qualidade para o funcionamento e baixo custo para a venda, tornando-se o relógio de pulso mais famoso do mundo. 

A Rolex, outra empresa suíça fabricante de relógios de pulso e acessórios com sede em Genebra, fundado em 1905 por um alemão, Hans Wilsdorf, não ignorou as mudanças. Preservou os ponteiros e optou por tecnologia avançada e design sofisticado. Seus relógios continuam sendo um símbolo de status e de um estilo de vida, mesmo com o avanço do mercado dos assim chamados relógio inteligentes.

  Rolex Experimental com impermeabilidade até 12 mil metros

     

O que são os relógios inteligentes?

 

O relógio inteligente deu os seus primeiros passos a partir de 2002. Na verdade, ele é um minicomputador de pulso. Os fabricados pela LG Samsung e Motorola vêm com sistema operacional Android Wear e, segundo um documento publicitário: "permitem a interação do usuário a partir de comandos verbais, mediante os quais este pode encarregar o aparelho que, por exemplo, tome uma nota, mostre informação meteorológica, programe o despertador para uma hora determinada ou, inclusive, que não lhe incomode durante um tempo no qual deseja descansar".

Dependendo do modelo, alguns prestam atenção à atividade física do usuário, os quilômetros andados e informamsobre o seu ritmo cardíaco.

 

 

                                                  

O Samsung Inteligente Galaxy Gear 2 ainda conta com notificações, bloqueio automático, controle de mídia, pedômetro, cronômetro e temporizador. E o auxílio de segurança que ajuda em uma emergência, tirando uma foto usando a câmera do relógio. Ele alerta seus contatos de emergência sobre sua situação enviando a eles mensagens de emergência com esta foto e sua localização. 

 

 

Com o Galaxy Gear Fit da Samsung já é possível ter à disposição os recursos e aplicativos do seu smartphone aliado às funcionalidades do aparelho. Basta conectar o smartphone para ter acesso às notificações, histórico de chamadas, mensagens e ouvir músicas sem precisar consultar o tablet ou smartphone a todo momento. O Galaxy Gear Fit também permite ouvir e falar ao telefone com o dispositivo no braço.

 

                                                        

SmartQ Z inteligente Bluetooth 4.0 Com recurso WIFI. Monitora o sono, acessa e-mail, função de pedômetro para iPhone e Android Phones.

 

 

I’m Watch - I’m Watch (vários modelos). Fabricado na Itália, este relógio inteligente tem um design bem elegante, além de contar com recursos como leitor de e-mails e SMS, agenda personalizável e integração às redes sociais. Ele também possui serviços específicos para esportes e música, e atende ligações de seu smartphone por viva-voz. O I'm Watch funciona com Windows Phone, Android, iOS e Symbian.

 

Opinião

Depois da apresentação de alguns modelos desta novidade no ar, fica a nossa pergunta: para que realmente servem os relógios inteligentes?

Uma resposta mais aprofundada pode ser encontrada no livro de Carl Gustav Jung, "O Homem e os seus Símbolos", concluído algumas décadas atrás. Mas muito, muito atual. Inegavelmente o homem de todas as culturas sempre gostou de estar rodeado de objetos, mais como um  valor simbólico a um objeto prático. 

A nova geração convive como nunca com o surgimento constante de novidades tecnológicas.  O relógio inteligente é mais uma delas. Nesse contexto, como acessórios de moda, que correspondam às expectativas ou valores de uma pessoa moderna, antenada com a cena fashion, e que deseja, acima de tudo ter peças e acessórios que além de práticos e funcionais, são modernos e sofisticados, melhorando o seu estilo e elegância em todas as ocasiões.  

Parece que continua valendo a velha definição antropológica: "o homem é um animal incuravelmente simbólico".

 

 

Fotos e textos explicativos: Divulgação das respectivas empresas

Relógios Inteligentes - Rolex - Suíça - Tecnologia

institucional anuncie contato