logo
barraCinza
barraBranca

A Beleza Bucólica de Bayeux da França

 

 Por Lauro Patzer

 

Viajar não é apenas um deslocamento de um lugar para outro. Exige um preparo. Desinformadas, as pessoas passam em branco nos detalhes de ruas, prédios, estátuas e não conseguem avaliar os monumentos cheios de história. A mente tem que estar preparada. Um conhecimento prévio é indispensável antes de embarcar. Ele ajuda a absorver a história e a geografia do lugar e a entender a sua cultura e as suas principais referências. Nunca valorizaremos as coisas sem conhecer a sua importância.

Foi o que fiz. Estudei os lugares que iria cobrir para a revista Exclusive BM, na França, durante os festejos dos 70 anos do desembarque dos aliados.  Assim, antes de pisar em Bayeux já sabia tratar-se de uma pequena e antiquíssima cidade na Normandia fundada pelos romanos no primeiro século. Sabia que fora invadida pelos wikings, mais tarde um dos palcos da Guerra dos Cem Anos. Sabia que sofreu vários saques, entre eles, alguns protagonizados pela Inglaterra. Sabia que distava 226 quilômetros de Paris. Sabia que se localiza nas proximidades dos cinco locais do desembarque das tropas aliadas no dia 6 de junho de 1944 e dias seguintes. Sabia que penetraria em sua história e caminharia por ruas cercadas de antigas construções, que com seu silencioso olhar de pedra contemplaram a passagem de tantas gerações e também o lado sombrio de tantas guerras. 

   

   Bayeux com sua arquitetura antiga  e as torres da catedral datando do século XIII.

 

Cheguei em Bayeux no dia 4 de junho depois de passar por Paris. Na capital a equipe pegou o trem, no qual estavam outros brasileiros, alguns da Paraíba, outros do Rio de Janeiro e de outras nacionalidades como holandeses e americanos. Diga-se em comentário paralelo, que a eficiência do transporte ferroviário francês merece destaque: trens para todas as direções. São rápidos, confortáveis e pontuais. Transporte que o Brasil esqueceu de investir.

Ao pisar em Bayeux fui acolhido pela sua atmosfera, algo que não se consegue em nenhum estudo anterior. O conhecimento teórico de um lugar nunca é igual à presença física. Estava mergulhando num espaço ilimitado de história que já se estendeu durante quase dois milênios. Estava pisando no solo da cidade onde os alemães haviam fixado o  Kampfgruppe Meyer, a unidade mecanizada da sua 352ª divisão. Mas aquele local de conflitos estava agora envolto de paz e toda enfeitada para a grande comemoração.

Lado direito os componentes da equipe da Exclusive BM: André Soares, Themis Pereira de Souza Vianna e Lauro Patzer. Demais, são brasileiros do Estado da Paraíba e do Rio de Janeir, Brasil.

Os soldados parece aos do Dia D. Mas é 2014, foto clicada por André Soares, da equipe da Exclusive Brasil Mundo.

 

Bayeux, Normandia, enfeitada para as comemorações do Dia D. Os soldados na verdade são civis fazendo cenário alusivo ao ano de 1944. Foto de André Soares.

Veteranos ingleses lembrando o desembarque nas praias Gold e Sword no Dia D, na entrada do Bayeux War Cemetery.  Estão enterrados 3.935 soldados ingleses, 466 alemães, 181 canadenses, 25 poloneses, 17 australianos, 7 russos, 3 franceses, 2 checos e 1 sul-africano.

Propaganda alusiva à comemoração do aniversário dos 70 anos do Dia D

 

Maravilhava-me a cada passo. As suas casas, seus prédios muito antigos; seus pequenos cafés, as árvores das avenidas, tudo muito limpo. Seus jardins bem cuidados, cercados por velhos muros.  Ruas pacatas e, acima de tudo, envoltas na doçura de um silêncio certificando ordem, respeito ao outro e muita educação. Nenhum flanelinha, nenhum carro com som alto, nenhum pedinte, algo muito incomum para um brasileiro.  

Estes componentes tornam agradável a vida. Sentia-me transitando sobre uma terra abençoada e queria desfrutar profundamente aquela parcela de beatitude. Com a atmosfera dourada do entardecer, as casas já se iluminavam e as luzinhas que se formavam respondiam umas às outras. A cidadezinha enchia-se de apelos de recolhimento, enquanto os restaurantes preparavam a sua recepção aos primeiros clientes, entre eles, nossa equipe.

Neste clima nos instalamos. Jantamos. No dia seguinte e nos demais tínhamos a missão de observar e registrar a efeméride que envolvia as principais nações da Europa, com milhares de visitantes. Conheceríamos os locais onde alemães e aliados lutaram e morreram aos milhares. Visitaríamos os principais museus, memoriais e cemitérios numa faixa de 80 quilômetros demarcada pelos codinomes de Utah, Omaha, June, Gold Beach e Sword.

 

Fachadas dos prédios de Bayeux, suas calçadas e ruas estreitas, limpas, silenciosas.

Civis com carros da época, tudo em nome da grande comemoração. 

 

Cansados e ungidos pela magia da cidade, nos recolhemos na casa que nos abrigou. Meu sono foi o de um bem-aventurado. Acordei cedo e ao abrir a janela um sol muito puro bateu no meu rosto. O céu estava limpo e tingido pelo azul da Normandia. Mas o dia, nem os dias seguintes  prometiam folga. Tínhamos um roteiro para cumprir: os lugares históricos nos esperavam. Lá estariam os principais líderes mundiais: Obama, Angela Merkel, Putin e toda a realeza europeia.

Bayeux foi o nosso ponto de base e hospedagem. Um ponto de partida e um ponto de chegada depois de cada roteiro cumprido. Mas por trás de todo o protocolo, muitas vezes, meu pensamentos vagavam sobre as circunstâncias que me levaram àquele lugar, onde os destinos das nações se embaralharam em sangue e horror.

O europeu sabia da importância de comemorar aquelas batalhas e o seu significado para a paz. Durante algum tempo a França e as nações aliadas preparam as festividades do "70 anniversaire du Débarquement D-Day festival Normandy." Tive o privilégio de estar no meio dos eventos, conhecer pessoas de várias nacionalidades e vivenciar a cultura histórica. Tive a satisfação de poder ser testemunha ocular e ter, assim, em minhas mãos a matéria-prima para redigir os textos para a revista EXCLUSIVE Brasil Mundo, que me proporcionou a oportunidade. 

 

 

 

 

Bayeux - Dia D - Exclusive Brasil Mundo - França - Lauro Patzer - Museu - Normandia

institucional anuncie contato